Digite CPF sem traço e ponto.
Digite CPF sem traço e ponto.
1º Digite CPF sem traço e ponto, 2º Digite senha antiga, 3º Digite senha nova

NOTÍCIA

  
Política Salarial - 19/04/2017

ANFIP defende subsídio e paridade em audiência no Senado

   
ANFIP defende subsídio e paridade em audiência no Senado

O vice-presidente de Política Salarial da ANFIP, Antonio Silvano Alencar de Almeida, defendeu o subsídio e a paridade entre ativos e aposentados em audiência pública da Comissão Mista que analisa a Medida Provisória (MP) 765/16, que trata do reajuste salarial dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil. Os vice-presidentes Floriano Martins de Sá Neto (Política de Classe) e Manoel Eliseu de Almeida (Estudos e Assuntos Tributários) também acompanharam os debates desta terça-feira (18). A Comissão ouviu representantes de entidades de servidores na primeira etapa da reunião e, na segunda, o ministro do Planejamento, Dyogo Henrique de Oliveira.
 
A ANFIP, conforme argumentou Silvano, mantém coerência em seu histórico de lutas por melhorias aos Auditores Fiscais. “A Entidade trabalhou para construir uma carreira sólida, integrada e unida”, disse.  Para ele, um desses momentos foi a consolidação do cargo como carreira exclusiva de Estado e a instituição do subsídio, paga até então somente às carreiras jurídicas e a membros de poder. “Houve um processo longo de conquistas e surpreendentemente não se pensou bem no que pode acontecer sendo os Auditores afastados do grupo das carreiras de Estado”. O bônus, segundo Silvano, trouxe essa dificuldade, já que forçou que a remuneração voltasse a ser paga por vencimento básico. “A paridade está sendo quebrada, depois de anos de luta”, lamentou o vice-presidente. Ao final, Silvano pediu que os parlamentares votem olhando o Congresso de fora para dentro.
 
O ministro Dyogo Oliveira defendeu a aprovação da medida provisória e antecipou que o governo prepara uma proposta de reforma ampla para racionalizar a aprimorar a administração pública.

O senador Fernando Bezerra (PSB/PE), relator da MP, deve apresentar, a pedido do governo, seu relatório sobre a matéria até o próximo dia 25, podendo ser votado na quarta-feira (26).
 
Além da ANFIP, estiverem presentes representantes do Sindicato Nacional dos Servidores do Ministério do Itamaraty – Sinditamaraty, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita – Sindifisco, Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita – Sindireceita, Associação Nacional dos Analistas Previdenciários da Receita Federal – Anarf, Associação Nacional dos Servidores da Extinta Secretaria da Receita Previdenciária – Unaslaf, Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho – Sinait, Associação Nacional dos Analistas e Especialistas em Infraestrutura – ANEInfra, Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central – SINAL, Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Roraima - SINDSEP-RR, Associação dos Fiscais de Tributos do Ex-Território Federal de Roraima – After, Sindicato dos Servidores do Sistema Nacional de Auditoria do SUS – Unasus, Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos do Ministério da Fazenda – Sindfazenda.
 

Album da notícia