Receita Federal apreende 131 kg de cocaína no Porto de Santos

419

Durante a realização de trabalhos de rotina de vigilância e repressão aduaneiras, foi determinado novo escaneamento de contêineres armazenados no pátio de um terminal portuário de Santos (SP).

Selecionadas algumas unidades de carga para conferência física, em uma delas foram identificadas bolsas esportivas colocadas em meio a uma carga de bobinas de papel cartonado para embalagens alimentícias. Dentro das bolsas, foram localizados diversos tabletes de cocaína totalizando 131 kg. O contêiner estava destinado à Europa, mas faria baldeação na África do Sul.

Em função das características observadas na ação, suspeita-se ter ocorrido o emprego da técnica criminosa denominada “Rip-Off modality”, na qual a droga é inserida em uma carga regular, sem o conhecimento dos exportadores e dos importadores. O uso dessa técnica dificulta a gestão de risco aduaneiro, requerendo servidores especializados na análise de imagens e conhecimento no controle da movimentação de contêineres de exportação.

Após a confirmação da contaminação, a Polícia Federal foi acionada para os procedimentos de polícia judiciária da União e para realizar a perícia no local dos fatos, a fim de subsidiar a investigação a ser conduzida em inquérito policial.

Fonte: Receita Federal