RFB evita que mais de 600 kg de cocaína cheguem à Europa

133

A atuação da Receita Federal no combate ao contrabando no porto de Santos frustrou, nesta quarta-feira, 6/4, a tentativa de envio ao exterior de 603 kg de cocaína.

A droga estava oculta em um contêiner que transportava 22 toneladas de milho e tinha como destino o porto de Leixões, em Portugal, com baldeação no porto de Roterdã, na Holanda.

A seleção da carga foi feita pela área de Gestão de Riscos da Receita Federal, que analisou operações de exportação e imagens de escâneres. Durante a inspeção, foi utilizado um dos cães de faro da Alfândega da Receita Federal em Santos.

Os trabalhos desenvolvidos rotineiramente pela Receita Federal no porto de Santos fazem parte das ações de vigilância e repressão de ilícitos aduaneiros, reforçando a presença fiscal e aumentando a percepção de risco.

Após a localização da droga, a Polícia Federal foi acionada para realizar o trabalho de perícia no local e participar, de forma integrada, do restante da operação.

A droga encontrada ficará sob a guarda da Polícia Federal, que formalizará a sua apreensão e prosseguirá com as investigações a partir de dados fornecidos pela Receita Federal. A troca de informações entre as instituições é essencial para a abertura de um novo inquérito policial ou para trazer novos elementos para os que estão em curso.

Fonte: Receita Federal/ Gov.br