ANFIP acompanha live da RS Rádio sobre a Reforma Administrativa

186

O programa RS em Pauta, da RS Rádio, recebeu, em live no seu canal do Youtube, nesta segunda-feira (5/10), Rudinei Marques, presidente do Fórum Nacional das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), do qual a ANFIP é integrante, para um bate-papo sobre a Reforma Administrativa. O jornalista Luiz Augusto Kern e o economista Christian Azevedo conduziram a entrevista.

A PEC 32/20 (Reforma Administrativa) foi criticada por Rudinei Marques que destacou que o segredo por trás do projeto, é entregar “fatias” do serviço público para a iniciativa privada. “Em termos de melhorias, que é o que o governo diz que a Reforma Administrativa trata, se fizermos uma leitura atenta da PEC, nós não iremos encontrar praticamente nada. O que a Reforma promete, ela não entrega, nem do ponto de vista da eficiência, nem da modernização do Estado e sequer da perspectiva fiscal”, frisou.

O assessor de Estudos Socioeconômicos da ANFIP, Vilson Antonio Romero, acompanhou a entrevista, e na ocasião questionou ao entrevistado qual seria a melhor estratégia para enfrentar o desmonte dos serviços públicos pretendido pelo governo com a aprovação da Reforma Administrativa. Em resposta, Rudinei Marques explicou que não existe uma fórmula pronta para este enfrentamento, mas que é necessário buscar o diálogo construtivo, tentar esclarecer a situação com os parlamentares, apresentar projetos e mobilizar os servidores públicos. “Nós somos 11,5 milhões de servidores públicos no Brasil, se todos tiverem noção da gravidade desta Reforma, tenho certeza que a nossa mobilização e força vão produzir resultados e fazer a diferença nesta discussão”, completou.

Na conversa, o presidente do Fórum também desaprovou o fato do Ministério da Economia colocar sob sigilo os documentos utilizados para estruturar a Reforma Administrativa. Segundo o representante, o Fonacate entrou com um mandado de segurança junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que os dados sejam apresentados para que a sociedade possa compreender o embasamento da proposta.

Confira a live completa aqui.