Consultor avalia efeitos da pandemia no serviço público 

O tema “Auditores Fiscais e os efeitos da Covid-19: aspectos políticos e econômicos” no Brasil foi apresentado durante conferência webinar desta quarta-feira (13). O evento contou com a participação do analista político e diretor de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto Queiroz (Toninho), também consultor parlamentar da ANFIP.

No contexto apresentado pelo especialista, os efeitos da pandemia do novo coronavírus para os servidores públicos, bem como para a sociedade, são drásticos. Toninho destacou o aumento do teletrabalho que trouxe, de imediato, menor arrecadação aos cofres públicos. “Ademais, os servidores enfrentam uma das conjunturas mais adversas dos últimos 40 anos. Começamos pela recente reforma da Previdência e agora o congelamento salarial, além da ameaça de cobrança extraordinária dos regimes próprios e o conturbado Plano Mais Brasil, que autoriza uma série de prejuízos aos servidores”, lembra.

Para ele o papel da administração tributária neste momento é fundamental para o país. “O governo precisa equilibrar as contas e um novo desenho tributário pede urgência. A unidade de ação por parte dos Auditores Fiscais vai fazer a diferença, pois o governo depende dessa carreira. Ao lado disso, as entidades sindicais, associativas e representativas, que tanto lutam por seus representantes, devem permanecer aliadas para o fortalecimento do serviço público e da sociedade”, aponta Toninho.

O assessor de Estudos Socioeconômicos da ANFIP, Vilson Antonio Romero, acompanhou o webinar e destacou que a crise sanitária trará mudanças radicais na economia e no comportamento da sociedade. “Com o crescimento do teletrabalho e a vertiginosa digitalização de serviços privados e públicos, dificilmente voltaremos ao status anterior a março de 2020 em todos os setores. Isto traz forte preocupação e necessidade de novos caminhos para alavancarmos a economia do país. Nesse sentido, devemos reforçar que as carreiras do fisco se uniram logo no início da crise sanitária na elaboração e apresentação de um conjunto de propostas que constitui 10 medidas tributárias que podem ser aliadas a esse novo momento”, avalia Romero.

O webinar promovido pela Unafisco Nacional foi conduzido pelo presidente da entidade, Mauro Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *