Frente Gaúcha avança em campanha conjunta contra a Reforma Administrativa

291

Na manhã desta segunda-feira (26/7), a Frente Gaúcha em Defesa do Serviço Público promoveu mais uma reunião com centrais sindicais e entidades de classe, entre elas a ANFIP, para dar continuidade ao plano de atuação conjunta que vem sendo articulado contra a PEC 32/2020, da Reforma Administrativa. As reuniões estão sendo intensificadas em aproveitamento ao recesso parlamentar no Congresso, que termina no dia 31 de julho.

Durante o encontro virtual, foram levantados os principais pontos da PEC 32 e feita uma breve análise da atual conjuntura sociopolítica, sobretudo após a manifestação nacional do último sábado (24/7). A intenção, de acordo com os representantes, é tentar traduzir como a Proposta irá afetar negativamente a vida dos servidores públicos, bem como a qualidade dos serviços prestados à população; tema levantado na última audiência pública sobre a pauta na Câmara Municipal de Novo Hamburgo (RS). Na ocasião, a Frente fez questão de dar depoimentos de algumas das categorias do funcionalismo, a fim de sensibilizar os presentes e unir forças contra a Reforma.

Além do trabalho parlamentar desenvolvido, o grupo está realizando uma campanha unificada, virtual e presencial, que utiliza desde mobilizações nas mídias sociais à colocação de outdoors e frontlights em pontos estratégicos de estados e municípios pelo Brasil, com o objetivo de conscientizar a população e alertar os parlamentares membros da Comissão Especial da PEC sobre as consequências da Proposta para o país.

Até o momento, a campanha está sendo realizada em parceria com a Frente do Serviço Público do Rio Grande do Sul (FSP-RS) e a União Gaúcha em Defesa da Previdência Social, contando ainda com o apoio das entidades que atuam em defesa dos servidores do Estado. Em âmbito nacional, pela ANFIP, participa o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero, que representa a Entidade nos encontros.

A próxima reunião da Frente Gaúcha está prevista para a próxima segunda-feira (2/8), em preparação ao ato do dia 3/8, que marca o retorno das atividades nas Casas legislativas.