Frente Servir Brasil orienta que entidades intensifiquem mobilização contra PEC 32/20

540

Em reunião nesta segunda-feira (31/5), o deputado federal Israel Batista (PV/DF), coordenador da Frente Servir Brasil, orientou as entidades a intensificarem as articulações contra a PEC 32/20, da Reforma Administrativa. Pela ANFIP, participaram do encontro o presidente Décio Bruno Lopes e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero.

Israel Batista, que se reuniu com o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP/AL), juntamente com os deputados Marcelo Freixo (PSOL/RJ) e Alice Portugal (PCdoB/BA), informou que ficou previamente acordado que serão realizadas 38 sessões na Comissão Especial, que será instalada na próxima semana, até a votação da PEC, o que permitirá o debate da matéria. Também ficou acertado que os partidos políticos ficarão liberados para assinarem emendas à proposta. Segundo o presidente da Frente, essa iniciativa permitirá o atingimento das 171 assinaturas necessárias para a apresentação de emendas.

Nesse período, a Frente Servir Brasil e a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público pretendem entregar o abaixo assinado que solicita ao presidente da Câmara a suspensão da tramitação do projeto. Já foram coletadas 82 mil assinaturas (assine AQUI). As duas frentes também estão integradas e consolidando os pontos principais que precisam ser alterados, com um caminho de entendimento que tem beneficiado o andamento das mobilizações.

As entidades se concentram agora em redefinir estratégias e em acelerar a mobilização nas bases como forma de impactar os parlamentares em seus estados. Prova da importância deste trabalho, conforme lembrou Israel Batista, foram os votos revertidos na Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania, em que o governo não atingiu a quantidade de votos que havia previamente contabilizado. Israel Batista reforçou ainda que, com a instalação da Comissão Especial, a Reforma Administrativa terá mais repercussão no debate público. Neste período, destacou, é preciso atuar também nas redes sociais como forma de esclarecer a sociedade.