No Senado: ANFIP destaca preocupação com reforma administrativa e crise política

205

A indignação diante das declarações da alta cúpula do governo federal que atingiram os servidores públicos tem causado forte mobilização das categorias. Nesta quarta-feira (12/2), em reunião no gabinete do senador Major Olímpio (PSL/SP), representantes de classe declararam que apenas um pedido de retratação não será considerado.

Os participantes destacaram que o ataque gratuito aos servidores públicos traz maior repercussão e preocupação também em razão da tramitação das PECs 186, 187 e 188, que integram o Plano Mais Brasil e trazem uma reforma administrativa parcial com cortes na jornada de trabalho e nos salários dos funcionários.

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio, se comprometeu a receber na próxima semana um documento oficial dos representantes das entidades para intermediar junto ao governo federal. Estiveram presentes além do presidente da ANFIP, Décio Bruno Lopes, e do assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero, o Fórum das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), a Confederação das Carreiras Típicas de Estado (Conacate), algumas representações de servidores militares e a Pública Central do Servidor.