ANFIP apresenta demandas da carreira ao subsecretário de Gestão Corporativa

379

O presidente da ANFIP, Décio Bruno Lopes, o vice-presidente Executivo, Márcio Humberto Gheller, e o vice-presidente de Planejamento e Controle Orçamentário, Carlos Alberto Souza, foram recebidos nesta quinta-feira (28/11) pelo subsecretário de Gestão Corporativa da Receita Federal do Brasil, Moacyr Mondardo Júnior, e o coordenador-geral de Gestão de Pessoas, Paulo Faria Marques.

O encontro teve como objetivo a apresentação geral das demandas da carreira ao novo subsecretário, que assumiu a gestão no último dia 11 de novembro. Mondardo, antes da designação ao posto, era superintendente da Receita Federal do Brasil na 3ª Região Fiscal.

Na pauta, debates relevantes ao Auditor Fiscal, como as definições de implementação do ponto eletrônico na RFB, o pagamento do Bônus de Eficiência, saúde funcional dos servidores, necessidades de treinamento, transferência de servidores, PDI (Programa de Desenvolvimento Individual), além da reestruturação da RFB e as reformas administrativa, tributária e previdenciária.

Dentre os temas, o subsecretário da Sucor anunciou que a Receita Federal já estuda a prática do Ensino a Distância no módulo licença capacitação. Nas colocações também foi destacada pelos presentes a importância de uma nova construção de fortalecimento da Receita Federal junto à sociedade e ao Congresso Nacional, por meio dos servidores e das entidades representativas.

O subsecretário salientou a complexidade de assuntos tratados pelo atual ministério da Economia e pela RFB. Para destacar, somente a Receita conta atualmente com quase 26 mil servidores, gerindo 2.100 contratos, 781 edifícios e 528 Unidades de Funcionamento. Outro assunto que preocupa a administração e as entidades é o contingenciamento das despesas nos últimos doze anos, já que os recursos orçamentários são fundamentais para o bom atendimento à população e a execução dos controles tributários.

Para o presidente da ANFIP, o momento é significativo e oportuno para avanços na carreira. “Estamos satisfeitos com a abertura da administração para essa conversa com as categorias. Desse modo, a condução da tomada de decisões por parte da RFB torna-se mais abrangente”, disse Décio Lopes. Durante o encontro, o diretor de Assuntos Parlamentares do Sindifisco Nacional, George Alex Lima de Souza, firmou apoio à ANFIP em relação aos temas apresentados.

Na próxima quarta-feira (4/12), às 9h, uma nova reunião será realizada com o subsecretário Mondardo para apresentação de pautas comuns entre ANFIP, Sindifisco Nacional e Sindireceita, com foco principal no alinhamento da estrutura da RFB.