ANFIP e centrais sindicais definem atuação conjunta na Mesa de Negociação

108

O presidente Vilson Romero participou de reunião com centrais sindicais, nesta segunda-feira (24/7), sob a coordenação de Pedro Armengol, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), para discutir as pautas que serão abordadas no encontro desta terça-feira (25/7), da Mesa Nacional de Negociação Permanente (MNNP).

Na oportunidade, serão tratadas por centrais e pelos fóruns das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), pautas não remuneratórias que englobam diversas questões essenciais para a categoria, entre elas a revogação das Instruções Normativas nº 2/18 e nº 54/21, que limitam a participação de servidores em atividades associativas e sindicais; do Decreto 10.620/21, que transferiu a gestão de aposentadorias e pensões para o INSS; e do Decreto 9262/18, que extingue cargos efetivos vagos.

Integram ainda as reivindicações dos servidores a liberação do mandato classista, a defesa da consignação das mensalidades de entidades associativas, entre outras pautas.

As centrais sindicais também cobram o cumprimento do piso da Enfermagem e requerem a regulamentação da Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que trata da negociação coletiva e do direito de greve no setor público.

Vilson Romero estará presente como presidente no DF da Pública Central do Servidor e como indicado pelo Fonacate no rodízio entre suas entidades. O debate que tratará da recomposição salarial está previsto para a reunião do início de agosto, depois de aprovado o novo arcabouço fiscal.