De frutos do mar à eisben: conheça a gastronomia do XVII Encontro Nacional da ANFIP

228

Florianópolis, não à toa, é uma das mais belas cidades do Brasil. Além de pontos turísticos e praias paradisíacas que cativam os visitantes, a região traz ampla gastronomia com base nas cozinhas portuguesa, germânica e italiana. Sabores consagrados que não podem ficar de fora do XVII Encontro Nacional da ANFIP. Os Auditores Fiscais que participarem do evento terão a oportunidade de experimentar diversos pratos típicos.

Seja na orla ou nos bairros, a culinária catarinense é voltada basicamente para os frutos do mar, tendo como ingredientes principais o camarão e a ostra. A famosa sequência de camarão apresenta o pescado em diversas formas: frito, ao molho, ao óleo e empanado. O prato é servido com salada, arroz e o tradicional pirão de farinha de mandioca.

As ostras também compõem receitas apetitosas e com um toque especial, já que a capital catarinense é a maior produtora nacional do molusco. A cozinha luso-açoriana tem permitido uma releitura sofisticada na preparação e na apresentação dos pratos fazendo valer temperos indígenas e combinações inovadoras.

Saindo do pescado, os associados também poderão experimentar outros pratos regionais como chucrute com vina, kassler (chuleta de porco), eisben (joelho de porco) e bockwurst (salsicha) de germânica. Tem também a cacuanga (bolinho de mandioca, amendoim e açúcar), linguiça Blumenau (paleta e pernil suínos), o popular pastel de berbigão, sopa de agnolini, além da polenta no fio.

Aposto que ficou com água na boca! Então, faça agora a sua inscrição: se você é Auditor Fiscal, não fique de fora! Acesse AQUI a página do XVII Encontro Nacional e garanta a sua vaga. No site você também será direcionado para a compra de passagens aéreas e hospedagem com os melhores pacotes oferecidos pela Açoriana Turismo.

Liberação de ponto

Os Auditores Fiscais ativos, associados da ANFIP, que precisarem da liberação de ponto para participar do Encontro Nacional devem se inscrever, impreterivelmente, até o dia 4 de maio.

É importante ressaltar que esses dias solicitados para dispensa de ponto deverão ser compensados posteriormente, conforme Instrução Normativa (IN) nº 2, de 12 de setembro de 2018, da qual destaca-se o art. 36 – “Poderá haver a liberação do servidor público para participar de atividades sindicais, desde que haja a compensação das horas não trabalhadas”.

Como há limite de 5% de liberados por unidade administrativa por evento, conforme Portaria nº 631/2013, será observada a ordem de inscrição de cada participante. Para fins de comprovação de participação, será entregue o certificado no último dia do Encontro, desde que o participante tenha assinado diariamente a lista de presença.

A ANFIP vai enviar o pedido de dispensa de ponto às unidades de lotação de acordo com o preenchimento no ato da inscrição. Por isso, é muito importante o preenchimento correto dos dados, principalmente em relação à unidade de lotação.