Servir Brasil analisa próximos passos para impedir avanço da PEC 32/20

427

A Mesa Diretora e o Conselho Curador da Frente Servir Brasil, da qual a ANFIP faz parte, se reuniram nesta segunda-feira (12/7) para discutir novas ações contra a PEC 32/2020 no âmbito da Comissão Especial da Câmara dos Deputados. Participou da reunião o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero.

Também estiveram presentes o presidente da Frente, deputado Professor Israel Batista (PV/DF), e o coordenador, deputado Paulo Teixeira (PT/SP).

Na oportunidade, os representantes comemoraram a protocolização da Emenda Substitutiva Global apresentada pela Frente e discutiram novas estratégias que serão adotadas a partir de agora para garantir que o relator do texto, deputado Arthur Oliveira Maia (DEM/BA), adote as sugestões. O substitutivo é importante para impedir que garantias fundamentais do serviço público sejam perdidas.

Israel Batista afirmou que, em sua percepção, a Reforma Administrativa pode estar perdendo força, pois o governo tem dificuldade de manter muitas pautas ao mesmo tempo. Porém, independente do governo existe um grupo de parlamentares que tem interesse em levar a Reforma adiante. Segundo o deputado, as entidades têm grande chance de barrar a PEC definitivamente, mas é importante trabalhar com uma segunda hipótese, de desidratação do texto, para que, caso seja aprovada, cause o mínimo de dano possível.

Vilson Romero alertou que é necessário ir além da teoria do que deve ser abordado pela PEC e fazer o fundamental para o momento: mapear os deputados da Comissão Especial e pressioná-los, massificando a mensagem dos prejuízos trazidos pela matéria nos estados e municípios onde estão suas bases eleitorais.

A assessoria parlamentar da Frente irá realizar uma avaliação das demais emendas protocoladas por outras Frentes e partidos para que o grupo defina quais irão apoiar prioritariamente.