ANFIP e MCCE debatem o combate à desinformação nas eleições municipais

198

O Comitê Nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), do qual a ANFIP faz parte, realizou mais uma reunião virtual, nesta quarta-feira (11/11), para discutir a democracia digital nas eleições 2020 e o combate à desinformação, principalmente em relação ao processo eleitoral municipal. Pela ANFIP, participaram o vice-presidente Executivo, Márcio Humberto Gheller, e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero.

O presidente do MCCE, Luciano Caparroz Santos, que coordenou o evento, ressaltou a importância do papel das entidades no combate à desinformação, principalmente neste momento, em que se aproximam as eleições para escolha dos próximos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos municípios brasileiros, que vão acontecer no dia 15 de novembro. “Concentrar os esforços nas eleições de domingo e poder colaborar com as eleições para que transcorram da melhor forma possível”, disse Santos.

Vilson Romero reforçou a necessidade de empenho e envolvimento de toda a sociedade no processo eleitoral. “Às vésperas da eleição municipal, o chamamento do MCCE à participação popular e à vigilância da sociedade sobre a lisura do pleito e o combate às fake news assume especial relevância pela importância que a mudança no comando político-administrativo dos 5.570 municípios representa para a cidadania brasileira”.

Também na ocasião, a ANFIP sugeriu a produção de uma nota nacional do MCCE reforçando a necessidade de exclusão dos candidatos “fichas sujas” das eleições 2020, o que foi acatado pelo Comitê Nacional.

Ainda na reunião, foi apresentado o relatório do estudo Democracia Digital, que deve ser concluído em dezembro e, após isto, apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As sugestões do projeto-pesquisa, cujo objetivo principal é monitorar o processo eleitoral brasileiro e ampliar a participação de públicos estratégicos nos estados, também serão apresentadas a outros instituições envolvidas com o tema.

O MCCE preparou ainda um manifesto para convocar toda a população para exercer o seu direito ao voto e fazer valer a oportunidade de mudança! Confira AQUI o documento, que também está disponível nas redes sociais do movimento.

Outros assuntos abordados pelos representantes das entidades que integram o movimento foram o combate à desinformação, principalmente na internet; o uso de urnas eletrônicas e o processo eleitoral no Brasil, fazendo referência às eleições nos EUA; a situação dos eleitores que apresentarem os sintomas da Covid-19; e o transporte de eleitores nos municípios no dia das eleições.

Orientações aos eleitores

Ainda sobre o tema, a ANFIP compartilha com seus associados mais um estudo produzido pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), em conjunto com 22 entidades, dentre elas a ANFIP, que ajuda os eleitores de 2020 a entender o que será permitido ou não nestas eleições. Acesse a publicação: Eleições Municipais 2020 – orientação a eleitores e candidatos.