Bônus de Eficiência é tema de reunião no Ministério da Economia

229

Os vice-presidentes da ANFIP Maria Beatriz Fernandes Branco (Assuntos Jurídicos), Carlos Alberto de Souza (Planejamento e Controle Orçamentário), Crésio Pereira de Freitas (Assuntos da Seguridade Social) e Albenize Gatto Cerqueira (Cultura Profissional e Relações Interassociativas) estiveram reunidos com a Diretoria de Gestão de Pessoas do Ministério da Economia na manhã desta terça-feira (26/11), em Brasília.

Com vistas à recuperação do pagamento do Bônus de Eficiência referente aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2018, que foi cortado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), e ainda não repassado a alguns servidores, os representantes da Associação foram informados de que o melhor meio para o recebimento é acionar diretamente o próprio TCU. Sendo assim, a ANFIP pretende agendar, ainda para esta semana, uma reunião na Corte para discutir os casos e definir a melhor estratégia para que os pagamentos sejam realizados.

Segundo informações da Diretoria de Gestão de Pessoas, desde que o TCU libere o pagamento do Bônus de Eficiência, relativo a estes três meses, não haverá necessidade de nova ação junto ao Ministério da Economia. Os valores do bônus, referentes a períodos pretéritos, não são considerados como de “Exercícios Anteriores”, e poderão ser pagos assim que o TCU se manifestar favoravelmente.

Ainda durante o encontro, a ANFIP abordou temas preocupantes aos associados, como as novas regras para concessão de aposentadoria, fraudes na aposentadoria e necessidade de atuação dos órgãos de controle; bem como a implementação do ponto eletrônico na Receita Federal do Brasil a partir do próximo ano.