ANFIP e Frente Servir Brasil definem novas ações contra as PECs 32/2020 e 23/2021

233

Em telereunião na tarde desta segunda-feira (08/11), o Conselho Curador da Frente Servir Brasil, sob a coordenação do deputado federal Professor Israel (PV-DF), analisou a conjuntura política em decorrência da aprovação, em primeiro turno na Câmara dos Deputados, da Proposta de Emenda Constitucional 23/2021, que trata do adiamento do pagamento dos créditos judiciais transitados em julgado (precatórios).

Todos deliberaram se concentrar em reverter os votos das bancadas progressistas, em especial do PDT e PSB, de modo que a matéria seja rejeitada na votação em segundo turno, prevista para ocorrer nesta semana.

Como avaliou o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Romero, que representou a ANFIP na reunião, essa votação deve ser o balizador da possibilidade de votação da Reforma Administrativa, que está pronta para deliberação em Plenário, após ter sido aprovada na Comissão Especial.

Os membros do Conselho Curador também se comprometeram a seguir nos trabalhos de pressão parlamentar presenciais e virtuais, tanto no posicionamento contrário à PEC dos Precatórios quanto à Reforma Administrativa.