Frente do Serviço Público elabora novas ações contra PEC 32/20

168

As entidades que integram a Frente Parlamentar Mista do Serviço Público, dentre elas a ANFIP, realizaram mais uma reunião virtual, nesta segunda-feira (12/4), para analisar a atual conjuntura política e discutir estratégias de atuação conjunta em defesa do serviço público. Pela ANFIP, participaram o vice-presidente de Política de Classe e Política Salarial, José Arinaldo Gonçalves Ferreira, e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero. A reunião também contou com a presença do deputado federal Rogério Correia (PT/MG).

Rogério Correia sugeriu a execução de um amplo abaixo-assinado com a participação de diversas associações e sindicatos dos servidores que atuam nas esferas federal, municipal e estadual, além de vereadores e deputados, para que a PEC 32/20 (Reforma Administrativa) pare de tramitar durante o período da pandemia, levando em consideração a importância da priorização da Reforma Tributária. O deputado enfatizou ainda a necessidade de mobilização das entidades. “Nesta fábrica de crises do atual governo, acho que nós temos que atuar para mostrar a importância do serviço público. Não se pode buscar a destruição do serviço público, em especial, na pandemia”, declarou.

Os dirigentes apresentaram as sugestões de atuação de cada entidade. Além do abaixo-assinado, a Frente deliberou ainda a realização de debates estaduais com a participação de entidades e parlamentares; a entrega de uma carta em nome da Frente ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP/AL), requerendo a pausa da tramitação do projeto; e a solicitação de audiências com o líder da minoria, deputado Marcelo Freixo (PSOL/RJ), com o relator da PEC 32/20 na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), deputado Darci de Matos (PSD/SC), e com o presidente da Câmara.

O grupo se reúne novamente na próxima segunda-feira (19/4).