Fonacate realiza 7ª Conferência Nacional das Carreiras de Estado

321

O Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), do qual a ANFIP faz parte, promoveu nesta terça-feira (24/5) a 7ª Conferência Nacional das Carreiras de Estado, com palestras e ricos debates pautados no tema “Rumo ao Estado Necessário”. O evento se deu em formato virtual, de 9h às 19h, e teve transmissão ao vivo no YouTube. Pela ANFIP, participaram o presidente Vilson Romero e os vice-presidentes Eucélia Maria Agrizzi Mergár (Executiva), Jorge Cezar Costa (Finanças) e José Avelino da Silva Neto (Assuntos Parlamentares).

Dando início à programação, o presidente do Fonacate, Rudinei Marques, juntamente com o presidente da Frente Servir Brasil, deputado federal Professor Israel Batista (PSB/DF), e com o fundador e conselheiro do Instituto República, Guilherme Coelho, apresentou um panorama sobre os principais desafios do setor público no atual contexto político, econômico e social, introduzindo as discussões que se desdobrariam ao longo do dia.

Após a abertura, os palestrantes Miguel Bruno (ENCE/IBGE), Daniel Conceição (IPPUR/UFRJ) e Roseli Faria (Assecor) fizeram suas explanações no painel “Dominância Financeira e Privatização das Finanças Públicas no Brasil”, que dá nome ao livro lançado durante a atividade com a mediação do coordenador da Comissão de Estudos do Fórum, José Celso Cardoso Júnior.

O livro reúne as mais recentes publicações da série “Cadernos da Reforma Administrativa” e é uma crítica ao modelo econômico que está em processo de implementação no Brasil, ao mesmo tempo que sugere caminhos para o desenvolvimento nacional, a organização do Estado e o manejo da política econômica no país. Os detalhes sobre o lançamento podem ser conferidos AQUI.

Em continuidade, na parte da tarde foi abordado o tema “Serviço e Servidores Públicos no Século XXI”, com o jurista Juarez Freitas; o presidente da Afipea, José Celso; e o conselheiro do Instituto República.Org, Francisco Gaetani. Também foram trabalhadas relevantes questões no painel “Agenda para a Reconstrução do Estado: o servidor público como protagonista da transformação social”, com aprofundamentos da professora de Liderança e Desempenho do Insper, Kiki Mori, e contribuições do especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental Pedro Pontual.

Por fim, a edição contou com a participação especial do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Antônio Anastasia, que realizou a palestra magna de encerramento “Rumo ao Estado Necessário para o Desenvolvimento do Brasil”, coordenada pelo vice-presidente do Fonacate e presidente da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), Rodrigo Spada.

Para o ministro, o Estado necessário é aquele que oferece serviços públicos de qualidade consentâneos com a realidade nacional. “São serviços públicos que precisamos para o desenvolvimento, a inserção social e para superar a desigualdade, para que o país tenha condições, de fato, de se desdobrar no avanço econômico e na sua qualidade de vida. Este é o grande desafio”, afirmou Anastasia.

A gravação completa do evento pode ser assistida AQUI.