Frente do Serviço Público alerta para votações do esforço concentrado do Congresso

135

A Frente Parlamentar Mista do Serviço Público realizou mais uma reunião de trabalho nesta segunda-feira (29/8), a fim de avaliar a conjuntura política. Pela ANFIP participaram o presidente, Vilson Antonio Romero e o vice-presidente de Política de Classe e Política Salarial, José Arinaldo Gonçalves Ferreira, que conduziu o encontro.

O consultor parlamentar da Frente, Vladimir Nepomuceno, informou que o esforço concentrado do Congresso Nacional iniciou nesta segunda-feira e estão na pauta de discussão do Plenário diversas Medidas Provisórias, entre elas a MP 1119/22, relativa à migração para a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp), que pode ser votada até o fim da semana.

Ao abordar o tema, Vilson Romero frisou que a matéria é muito preocupante. “A ANFIP já promoveu dois eventos virtuais esclarecendo todos os pontos dessa MP, que traz um perigo muito grande para o futuro dos aposentados e pensionistas. Ela contribui para o desmantelamento dos Regimes Próprios de Previdência Social e de toda estrutura sindical e de defesa dos servidores”.

Acerca das eleições de 2022, Vladimir Nepomuceno alertou que é necessário atuar nas bases para melhorar a correlação de forças no Congresso elegendo parlamentares que defendam questões de interesse dos servidores e da sociedade. “Não é só a eleição para o Palácio do Planalto que importa, as nossas vidas são decididas nas duas casas do Congresso, nós temos que ter uma preocupação cada vez maior com isso”, acrescentou Vilson Romero.

O presidente também convidou os dirigentes para o Encontro dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas, que acontece na quarta-feira (31/8), a partir das 9 horas, no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados. O debate é promovido pelas entidades que integram o Instituto Mosap, e busca defender medidas que possam preservar e recuperar garantias da categoria.