RS: Auditores Fiscais participam de debate sobre qualidade de vida na terceira idade

266

A Diretoria Cultural e Social da Agafisp, Estadual do Rio Grande do Sul, promoveu nesta quinta-feira (2/12) mais uma atividade híbrida (virtual e presencial). Desta vez, tendo como tema a estimulação cognitiva, que consiste em avaliar as diversas técnicas de manutenção ou recuperação da independência funcional de idosos.

O evento, coordenado pelo vice-presidente José Amilton Freire, teve como palestrante a psicóloga Lia Leães, abordando a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), dentro do Projeto Agafisp Mais Perto de Você.

A profissional ressaltou que “algumas atividades, desde as mais básicas, são importantes para manter as funções que vão se prejudicando com a idade”.

“Os nossos sentidos (visão, olfato, paladar, audição e tato), a nossa memória, a capacidade de abstração, de criar e organizar as ideias, são as principais atividades cerebrais que se alteram com a velhice”, explicou a psicóloga.

Todos participaram de exercícios práticos que buscaram mostrar como exercitar a memória, o raciocínio, a orientação de tempo e de espaço.

A íntegra da apresentação foi gravada e estará disponível no canal da Agafisp no YouTube (acesse aqui).