Benevix esclarece dúvidas de conselheiros da ANFIP sobre plano de saúde

294

O Conselho de Representantes da ANFIP realizou reunião ordinária, nesta quinta-feira (2/12), em formato híbrido (presencial e virtual), com participação dos integrantes dos Conselhos Executivo e Fiscal, para abordar questões relativas ao plano de saúde Unimed Vitória. Os trabalhos foram conduzidos pelo coordenador do CR, Genésio Denardi.

Décio Bruno Lopes, presidente da Associação, fez a abertura oficial, destacando a união e a cooperação dos conselheiros durante toda sua gestão, que termina em 31 de dezembro. “Nós formamos, nesses dois anos e meio, uma grande família. O Conselho de Representantes e Fiscal com suas funções estatutárias e o Conselho Executivo se integrando a todos os conselhos, porque nós somos uma entidade única e não há espaço para segmentações, cada uma puxando para um lado. Nosso caminho é único! Nosso foco é o associado! Quero registrar que foi uma satisfação estar aqui com todos vocês nesse período. Para mim, foi muito engrandecedor. Agradeço essa parceria produtiva, profícua e engrandecedora e essa amizade que temos”, ressaltou o dirigente.

Em seguida, para falar sobre o plano de saúde Unimed Vitória, ingressaram na reunião os representantes da Benevix, administradora do plano, Igor Brum (coordenador de Relacionamento Empresarial) e Felipe Teixeira (analista de Relacionamento), para prestar esclarecimentos sobre os contratos 6848, 8052 e 8444 (novo), disponível aos associados da ANFIP.

Genésio Denardi, logo no início, destacou que o plano de saúde oferecido pela ANFIP tem um novo patamar, com muito mais vantagens. Lembrou, também, que a campanha carência zero para novas adesões encerrou no dia 30/11/2021, conforme comunicado anteriormente, e solicitou a prorrogação do prazo para 31/12/2021, sendo a solicitação atendida pela Benevix.

Depois disso, Ariovaldo Cirelo, vice-presidente de Serviços Assistenciais, agradeceu a parceria da Benevix e da busca constante em oferecer as melhores condições aos associados. “Foi uma grande vitória ter conseguido esse plano de saúde e ninguém melhor do que os nossos conselheiros do CR, que são a ANFIP nos estados, para esclarecer e dar informações aos associados. Hoje é um momento oportuno para que a gente possa dar todos os esclarecimentos necessários”, explicou. Cirelo afirmou, ainda, que a atual gestão da ANFIP buscou atender os anseios dos associados a fim de oferecer um plano de saúde mais acessível. “O nosso associado é a parte mais importante da Associação, é a razão da existência da ANFIP”, declarou.

Na sequência, foram apresentados os esclarecimentos sobre os contratos do plano de saúde. Leia a seguir:

Serviço de concierge: Concierge é um profissional que oferece serviços básicos e individualizados, para auxiliar as necessidades de cada beneficiário. Os trâmites do serviço, que será oferecido pela Unimed Vitória, estão em fase final. Ainda em dezembro o modelo de serviço será apresentado para a ANFIP. A expectativa é oferecer esse tipo de auxílio aos beneficiários do plano de saúde já no começo de 2022.

Restrições para migração de contratos: Quem está no contrato 6848 pode migrar para o 8444, não há impedimento. No entanto, há pessoas no contrato 6848 que não tem legitimidade para entrar no novo produto, terá que ser feita uma análise de quem são os elegíveis para migrar. Tirando essa parte do agregado, sendo o titular e os dependentes elegíveis, pode migrar. Neste caso, o beneficiário terá aproveitamento total de carência. A grande mudança é que no 8444 o beneficiário terá coparticipação, diferentemente do 6848 que, hoje, é um contrato sem cobrança de coparticipação.

Carência zero e doenças pré-existente: A Agência Nacional de Saúde (ANS) abriga os beneficiários que estão em algum contrato, e já tenham cumprido as carências, a fazerem a migração com aproveitando das carências já cumpridas no contrato anterior. Portanto, a migração entra com isenção de carência, exceto se o beneficiário mudar o tipo de acomodação (enfermaria para apartamento, por exemplo). Mas, se for para a mesma acomodação, não haverá carência.

Declaração de saúde: Quem faz a migração não precisa preencher a declaração de saúde.

Rede de atendimento: É a mesma rede para todos os contratos, com abrangência nacional. A rede de atendimento é atualizada todos os anos e os beneficiários podem verificar os locais credenciados e os serviços oferecidos diretamente no aplicativo da Unimed Vitória ou da CNU. Para ser atendido, precisa utilizar a carteirinha do plano ou o CPF.

Plano odontológico: Além de todos os benefícios garantidos no contrato 8444, também é oferecido aos beneficiários do plano de saúde Unimed Vitória o plano o odontológico, sem custos adicionais.

Registo de ocorrências: Há um intercâmbio entre a Unimed Vitória e as demais Unimeds nos estados, que busca melhorar o atendimento aos beneficiários. No entanto, havendo problemas ou dificuldade de atendimento, o beneficiário precisa registrar a reclamação na Central de Atendimento da Unimed para que a operadora possa resolver o problema.

Atuação da Comunicação Social

Também como parte da pauta da reunião do Conselho de Representantes, o vice-presidente de Comunicação Social, Benedito Cerqueira Seba, apresentou o trabalho realizado pela área durante a gestão 2019/2021. Ele destacou o intenso esforço para modernização tecnológica, tendo sido intensificada devido à pandemia.

Dentre os projetos realizados pela área de Comunicação, segundo destacou Benedito Seba, houve atualização do site e da área restrita do associado, realização do projeto de Lives ANFIP e webinários, divulgação das Histórias das Estaduais, transformação do Linha Direta em meio digital, criação do ANFIP Digital (app), reuniões e eventos virtuais e realização, pela primeira vez, da Convenção Nacional da ANFIP em formato virtual.

O Conselho de Representantes volta a se reunir no dia 14/12/2021 para dar continuidade à análise dos demais itens da pauta e, também, quando serão empossados o novo Conselho Executivo e os integrantes do Conselho Fiscal.