ANFIP alinha objetivos para segundo semestre de 2020

221

Em continuidade à reunião ordinária do Conselho Executivo da ANFIP, encerrada nesta sexta-feira (4/9), foram debatidas diversas pautas em prol do aperfeiçoamento da Associação, visando proporcionar os melhores serviços aos associados.

Em conjunto, os conselheiros decidiram pela criação de uma comissão responsável pela elaboração de uma nota técnica sobre a Reforma Administrativa, apresentada ao Congresso nesta quinta-feira (3/9). O documento pretende expor publicamente o posicionamento da Entidade sobre o projeto, bem como seus impactos sobre o serviço público nacional. Ainda abordando o tema, foi considerada a construção de um site como fonte de atualizações confiáveis sobre todo o trâmite da Reforma.

Outro assunto discutido durante a videoconferência foi a incorporação do Bônus de Eficiência ao vencimento básico com paridade e o retorno do subsídio como forma de pagamento, além de outros processos jurídicos em andamento, como cassação de aposentadorias, abuso de autoridade e Carf, envolvendo ações civis públicas e até mudanças no estatuto da entidade. O setor Jurídico, em colaboração com os demais, optou pela luta contra a regulamentação do Bônus em defesa dos aposentados, que não receberiam nenhum percentual caso fosse normatizado.

Sobre assuntos fiscais, o grupo debateu a condição de trabalho em meio à pandemia, a questão do teletrabalho, a reestruturação da RFB, a defesa de melhores condições de segurança, envolvendo materiais de trabalho para agentes do Fisco, e medidas para prospectar novos associados e valorizar os já filiados.

Encerrando a ocasião, o presidente da ANFIP, Décio Bruno Lopes, mostrou-se satisfeito com o engajamento e colaboração de todas as áreas; e estimulou a equipe a dar continuidade aos trabalhos, mantendo a identidade da Associação apesar das adversidades, porque “a ANFIP não pode parar”.