ANFIP debate combate à corrupção com a FGV

174

A Escola de Administração de Empresas – SP da Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com a ONG Transparência Internacional no Brasil e apoio do Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle (Unacon Sindical) realizou, via internet, nesta segunda-feira (1/6), o debate “Cenários do Combate à Corrupção no Brasil”, com mediação do professor Mário Spinelli, titular da disciplina “Contabilidade e Auditoria no Setor Público”.

O presidente do Fórum Nacional das Carreiras de Estado (Fonacate) e presidente do Unacon, Rudinei Marques, e o diretor Executivo da Transparência Internacional no Brasil, Bruno Brandão, foram os principais expositores do debate virtual, que contou com dezenas de participantes de todo o país, através da plataforma Zoom.

Ambos os palestrantes externaram preocupação com as conjunturas socioeconômica e política atuais e com o agravamento das ocorrências envolvendo o conflito entre segmentos da população e as diversas situações de corrupção que perduram no território nacional, inclusive nas ações de combate à pandemia de Covid-19.

Vilson Romero, assessor de Estudos Socioeconômicos da ANFIP, também participou do debate, ressaltando sua preocupação com as deficiências nos mecanismos oficiais de controle, que permitem a continuidade de fraudes, como as divulgadas no cadastramento e liberação de mais de 200 mil cotas do auxílio-emergencial a pessoas sem condições de habilitação, como foragidos, militares, servidores públicos e estelionatários em geral e os desvios de recursos públicos, com o superfaturamento de aquisições e obras diretamente relacionadas à atual crise.

Marques e Brandão reconheceram que há muito ainda a ser feito no controle das contas públicas e na consolidação dos mecanismos de transparência hoje disponibilizados, que permitem muitas brechas para que a corrupção continue sendo um sangradouro das verbas em todas as esferas de governo e poderes.