ANFIP investe em governança corporativa para fortalecimento da gestão associativa

405

Visando adotar princípios e conceitos administrativos, controles internos eficazes e modernas práticas de gestão, os conselhos Executivo e de Representantes, cumprindo deliberação dos dois colegiados, constituíram um grupo de trabalho para a elaboração do Manual de Governança e Controle Interno da ANFIP.

A importância do ato conjunto reflete a necessidade de implementar na ANFIP práticas para fortalecer a Associação e alinhar os interesses de todos os chamados stakeholders, que são as partes envolvidas na organização, entre eles os próprios conselhos diretivos e os associados.

O grupo de trabalho fará sua primeira reunião na segunda quinzena de fevereiro, oportunidade em que iniciará a prospecção das necessidades da ANFIP relacionadas às melhores práticas administrativas de gestão.

Fazem parte do grupo, pelo Conselho de Representantes, Ana Maria Morais da Silva (MG), Miguel Arcanjo Simas Nôvo (AM) e Osmar Escórcio de Carvalho (PI). Pelo Conselho Executivo, os vice-presidentes João Alves Moreira (Administração, Patrimônio, Cadastro e Tecnologia da Informação), a quem cabe a coordenação, Márcio Humberto Gheller (Executivo), supervisor dos trabalhos, e Eucélia Maria Agrizzi Mergár (Assuntos Fiscais), assim como o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero. Os associados Carlos José de Castro (GO), Margarida Lopes de Araújo (SP) e Rita de Cássia Cavalcanti Couto (PE) também integram a comissão.

Ainda que haja um grupo conduzindo os debates, todos os integrantes dos Conselhos podem contribuir com sugestões. Na reunião do Conselho Fiscal realizada na semana passada, o supervisor dos trabalhos, Márcio Gheller, apresentou as ideias iniciais e convidou os conselheiros a oferecerem propostas de trabalho.