Auditoria Cidadã e entidades lançam Campanha Nacional por Direitos Sociais

79

Nesta terça-feira (6/2), a Auditoria Cidadã da Dívida (ACD) lançou, na Câmara dos Deputados, a Campanha Nacional por Direitos Sociais em parceria com entidades de sua coordenação colegiada, entre elas a ANFIP, que foi representada pela associada Rita Felicetti. A vice-presidente de Comunicação Social, Marluce Soares, também acompanhou o evento virtualmente.

O objetivo da campanha é unificar e articular as lutas, diante das restrições orçamentárias impostas pelo arcabouço fiscal a direitos sociais, devido à prioridade dada aos gastos com o sistema da dívida. “Temos que unir esse país, senão daqui a alguns anos serão utilizados 95% dos recursos do orçamento do Brasil para pagamento de juros, que hoje está em 46%. Precisamos fazer a auditoria da dívida pública”, destacou Rita Felicetti, que também convidou todos os servidores a divulgarem a ação. Aqueles que quiserem participar devem entrar em contato pelo e-mail campanhapordireitossociais@gmail.com.

Ao falar sobre o lançamento que marca a abertura dos trabalhos legislativos em 2024, a coordenadora da ACD, Maria Lucia Fatorelli, destacou a importância da participação do maior número possível de coletivos para que a mobilização seja completa e exponha as diversas necessidades da sociedade. “Como é possível sobrar dinheiro para o Brasil ser o maior pagador de juros do mundo e faltar recursos para educação, moradia, saúde, assistência, Previdência e todos os direitos sociais? É inaceitável”, lamentou.

A deputada Fernanda Melchionna (PSol/RS) criticou a limitação da recomposição salarial dos servidores e a agenda econômica do governo. “É preciso cada vez mais campanhas como essa, por direitos sociais, para que a gente altere a correlação de forças e garanta que a 9ª maior economia do mundo não seja um paraíso para especuladores e sim um país que desconcentre renda, taxe os “grandões”, audite a dívida pública e garanta aumento das condições de vida do trabalhador. Estamos juntos nessa luta”, frisou.

O encontro contou com a participação de diversos representantes de entidades, centrais sindicais e movimentos sociais. Veja o lançamento completo no YouTube e confira a cartilha produzida pela ACD (aqui).