ANFIP sob nova direção a partir de janeiro/2022

717

Novo Conselho Executivo foi eleito para dirigir a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP), a partir de janeiro de 2022, sob a liderança do Auditor Fiscal e jornalista Vilson Antonio Romero, do Rio Grande do Sul.

Com uma nominata integrada por representantes de quase todo o Brasil, a nova direção substitui a equipe que teve à frente o Auditor Fiscal Décio Bruno Lopes, de Minas Gerais, entre agosto de 2019 e dezembro de 2021.

A ANFIP, há quase 72 anos, é referência nacional e internacional nos estudos tributários, previdenciários e da Seguridade Social brasileira, e atua diretamente nos Poderes Legislativo e Executivo federais, fornecendo subsídios e análises sobre os temas relacionados, bem como representa cerca de dez mil associados da Carreira da Administração Tributária e Aduaneira da Receita Federal do Brasil e seus dependentes.

Dentre os principais trabalhos publicados pela Associação estão a Análise anual da Seguridade Social, o projeto da Reforma Tributária Solidária, a Legislação de Custeio e Benefícios da Previdência Social, e A Previdência Social e a Economia dos Municípios.

Junto com Romero, na gestão que irá até dezembro de 2023, assumem os conselheiros Eucélia Maria Agrizzi Mergár (ES), Crésio Pereira de Freitas (GO), José Arinaldo Gonçalves Ferreira (RJ), Ana Lucia Guimarães Silva (MG). Tereza Liduína Santiago Félix (CE), Albenize Gatto Cerqueira (PA), Ariovaldo Cirelo (SP), Maria Beatriz Fernandes Branco (SP), Gilberto Pereira (DF), Márcio Humberto Gheller (PR), Jorge Cezar Costa (SE), Antônio Carlos Silveira (SC), Maria Aparecida Fernandes Paes Leme (RN), José Avelino da Silva Neto (PB) e Marluce do Socorro da Silva Soares (PA). Também integram o Conselho como suplentes os representantes das regiões Norte, João Alves Moreira (AC); Nordeste, Marconi de Oliveira Holanda (PI); Sul, Airton Nagel Zanghelini (SC); Sudeste, Márcia Irene Câncio de Mello Werneck (RJ); e Centro-Oeste, Ana Pereira Leite (MT).

Para o Conselho Fiscal, foram eleitos como titulares Ercília Leitão Bernardo (CE), Sandra Tereza Paiva Miranda (SP) e Luis Carlos Correa Braga (RS); e como suplentes Fernando Eustáquio (MG), Paulo José Vieira da Silva (ES) e João Eudes da Silva (PR).

Romero é Auditor Fiscal aposentado, natural de Porto Alegre (RS). Bacharel em Administração Pública e de Empresas (UFRGS) e em Jornalismo (PUCRS). É também vice-presidente da Associação Riograndense de Imprensa (ARI), membro da Comissão de Liberdade de Imprensa da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), diretor do Dieese, conselheiro da Jusprev e coordenador da Frente RS em Defesa do Serviço Público.