Conheça a Previdência Complementar Associativa dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil

1058

Você sabia que os Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil têm uma previdência complementar associativa feita exclusivamente para os integrantes da carreira? E que todos os associados da ANFIP podem aderir, indicando todo o seu grupo familiar? É muito mais segurança para a sua vida e a de sua família.

Contribuindo para preparar seus associados para um futuro mais seguro, considerando ainda os impactos da reforma da Previdência para os servidores públicos, a ANFIP é instituidora da Jusprev – Plano de Previdência Complementar de Carreiras Jurídicas Públicas e de Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil.

Por ser uma entidade sem fins lucrativos, a Jusprev oferece vantagens sobre bancos e seguradoras, que também administram previdências complementares e coberturas de risco, mas visam ao lucro. No Planjus, que é o plano de previdência, todos os associados da ANFIP, seus familiares e indicados, podem aderir.

Vantagens – Na Jusprev não existe taxa de carregamento mensal, a taxa de administração é de 0,7% ao ano e ainda é possível deduzir até 12% da renda anual bruta da base de cálculo do Imposto de Renda. Em abril, por exemplo, a rentabilidade do Planjus, teve desempenho positivo (1,05%), mesmo diante da crise financeira. O resultado foi 268,67% acima do CDI e 385,86% acima da poupança.

Além de ter uma renda a mais na aposentadoria, o Auditor Fiscal pode permitir que os beneficiários indicados possam usufruir do benefício futuro. Esse é um dos diferenciais da Jusprev, em caso de falecimento, o beneficiário indicado continua a receber, o que não acontece nos planos oferecidos pelo mercado financeiro, em que o benefício cessa com o falecimento (renda vitalícia).

Outro diferencial é que as coberturas de risco (Renda Mensal por Morte ou Invalidez) estão garantidas também em ocorrências advindas de casos da Covid-19.  A indenização segue garantida para as novas contratações das coberturas risco.

Conheça as coberturas de risco oferecidas pelo Planjus:

  • Renda Mensal por morte: oferece os recursos necessários para a reestruturação financeira de sua família e beneficiários, no caso de alguma fatalidade.
  • Renda Mensal por Invalidez: benefício que proporciona a renda paga, em decorrência de invalidez total e permanente para o exercício da atividade que lhe garanta a subsistência, inclusive as não cobertas por força do artigo 40, parágrafo 1°, inciso I da Constituição Federal (ex: acidente de trânsito).
  • Para ambas coberturas de Risco (Invalidez e Morte): as contribuições pagas para a manutenção desse benefício não são contabilizadas mensalmente na conta individual do Plajus e não são resgatáveis; as contribuições contam também para a dedução do Imposto de Renda, em até 12% da renda bruta anual; no caso de alguma fatalidade, o pecúlio soma-se ao saldo da previdência e é recebido pelo beneficiário em formato de renda mensal, visando a proteção a longo prazo.

Para saber mais sobre o Planjus e seus diferenciais basta entrar em contato com a consultora Zuleide Miranda, da ANFIP, que poderá explicar todos os detalhes. Entre em contato pelo (61) 3251-8100 ou 0800 701 6167, ou pelo e-mail zuleide@anfip.org.br.