Informe de IRPF da Cooperforte já está disponível; acesse no APP

222

Associados da ANFIP que fazem parte da Cooperforte (Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo de Funcionários de Instituições Financeiras Públicas Federais) já podem acessar, por meio dos canais digitais, o informe de rendimentos financeiros para a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2024, relativo ao exercício de 2023.

Siga o passo a passo abaixo:

· Acesse o APP Cooperforte (na loja de aplicativos do seu celular) ou o autoatendimento;

· Após realizar o login, no menu inicial, clique em INFORME PARA IRPF;

· Selecione o ano-base 2023;

· Clique em VISUALIZAR e baixe o documento; ou

· Clique em ENVIAR para receber o Informe de Rendimentos Financeiros no seu e-mail.

Ao acessar o aplicativo no seu smartphone ou autoatendimento.cf.coop.br, cadastre nova senha de acesso. Isto se faz necessário visando mais proteção de suas informações financeiras e dados pessoais, conforme novo mecanismo implementado pela Cooperforte, desde 8 de fevereiro de 2024.

Lembrando que, a partir de 1º de março de 2024, o cadastramento da nova senha de acesso se tornará obrigatório para os canais digitais.

Ainda no APP Cooperforte, atualize seu comprovante de renda mensal e os dados cadastrais (cópia do RG, CNH ou equivalente, celular, e-mail e endereço) e usufrua todos os produtos disponibilizados para associados.

Empréstimo parcelado – Com o MultiCrédito, quem faz parte da Cooperativa pode contratar múltiplas operações de empréstimo parcelado, até o limite pré-aprovado, com taxa de 1,79% a.m., com prazo de 4 a 96 meses e carência de 59 dias para pagar a primeira parcela, independentemente de manter ou não conta corrente junto a bancos conveniados – o boleto bancário é a nova forma de pagamento admitida pela Cooperforte.

Ressalta-se, também, que os associados participam dos resultados, por meio das sobras distribuídas anualmente, na proporção dos negócios feitos ou mantidos no exercício, o que, na prática, representa aumento da rentabilidade das aplicações financeiras efetuadas pelos investidores e, para os tomadores de crédito, uma devolução de parte dos juros pagos.

Para mais informações, acesse cf.coop.br.