ANFIP alerta para graves consequências da PEC 6/19

O presidente da ANFIP, Floriano Martins de Sá Neto, participou de audiência pública no Senado Federal sobre a PEC 6/2019, que trata sobre a reforma da Previdência. A reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (25/2), na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal.

“Essa PEC é o extermínio do sistema previdenciário e sistema social do Brasil, esses dois instrumentos tão importantes previstos na Constituição Federal. Quando o governo anuncia a economia de R$ 1 trilhão é bom deixar claro que esse valor não sai do bolso do governo, não é uma economia que o governo faz. Esse R$ 1 trilhão sairá do bolso de trabalhadores e de aposentados. Esse dinheiro fará muita falta no dia a dia das pessoas, dos beneficiários e de suas famílias, mas também fará falta para o próprio desenvolvimento econômico”, destacou Floriano Martins de Sá Neto.

Os estudos da ANFIP foram amplamente ressaltados por palestrantes, bem como os resultados da CPI da Previdência, que apontou claramente as deformidades de avaliação em relação ao deficit do sistema. “A Previdência não pode ser vista apenas pelo ponto de vista dos gastos. Atenção às fake news, não se trata de tirar de quem ganha mais e dar para quem ganha menos. O problema a ser atacado é sobre as desvinculações dos valores da Previdência, das renúncias fiscais e da própria sonegação fiscal”, destaca Floriano Sá Neto.

A audiência pública foi coordenada pelo senador Paulo Paim (PT/RS) e contou com a presença dos senadores Eduardo Girão (Pros) e Capitão Styvenson Valentim (Rede), do ex-governador do DF, Rodrigo Rollemberg, de deputados, líderes sindicais, entidades e associações representantes da magistratura e dos trabalhadores do setor público e privado.

A Proposta de Emenda Constitucional da reforma da Previdência foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ). Na Câmara, a proposta será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e em seguida passará por uma comissão especial.

Confira aqui a íntegra da PEC 6/2019.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *