Entidades do fisco analisam tramitação das reformas e cenário político

84

Dirigentes de entidades de carreiras do fisco analisaram nesta quarta-feira (10/2) a tramitação das reformas estruturais, como a Tributária e a Administrativa, diante do cenário político advindo com a troca dos comandos das Mesas Diretoras da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Pela ANFIP, participaram o vice-presidente de Estudos e Assuntos Tributários, Cesar Roxo Machado, e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero. Participaram ainda representantes da Febrafite, a quem coube a iniciativa do encontro, e do Sindifisco Nacional, Unafisco Nacional, Fenafim e Fenafisco.

De acordo com Cesar Roxo, a percepção inicial é de que a Reforma Tributária, por questões políticas, será conduzida pelo Senado Federal, cabendo à Câmara a deliberação da Reforma Administrativa. Os representantes consideram ideal que as duas reformas caminhem juntas, já que as regras do sistema devem estar conectadas à forma com que esse sistema será administrado.

Para avançar no debate, as entidades iniciam ainda a partir deste mês reuniões de construção coletiva de propostas sobre a administração tributária e administrativa, a fim de aprimorar a relação do sistema com os contribuintes, de avaliar a administração pública em relação aos serviços que entrega e de estabelecer o que é importante e justo para a sociedade.