Frente do Serviço Público e ANFIP organizam ações contra a reforma administrativa

125
O calendário de mobilizações contra a anunciada reforma administrativa e as medidas de ajuste fiscal do governo federal foi a principal pauta da reunião da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público realizada no início da tarde desta quarta-feira (11), no Anexo II da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).
O encontro, coordenado por Vilson Romero, assessor de Estudos Socioeconômicos da Anfip, teve a participação de dezenas de lideranças do funcionalismo federal, representando entidades como Condsef, Sinasef, Fenajufe, Sinffa, Asfoc, Fenasps, SindGCT, Fasubra, CNTE, entre outras.
Também foi aprovada, por unanimidade, uma carta a ser entregue aos parlamentares federais, quando do recebimento da reforma administrativa no Congresso Nacional, acompanhada de outros documentos como a publicação “Mitos e Verdades sobre o Funcionalismo no Brasil”.
As lideranças reiteraram a necessidade de acompanhar de perto e com pressão nas bases eleitorais de deputados e senadores, tendo como foco as Propostas de Emendas Constitucionais (PECs) 186, 187 e 188/19, do Plano Mais Brasil, que tratam de redução de jornada de trabalho e salários de servidores, do fim dos fundos constitucionais e do pacto federativo, bem como a Medida Provisória (MP) 922/20, que permite a contratação temporária indiscriminada de servidores civis aposentados e militares da reserva para atender situações específicas.