ANFIP propõe medidas para debate no Fórum pela Redução da Desigualdade

123

O presidente da ANFIP, Vilson Antonio Romero, participou da reunião do Fórum Nacional pela Redução da Desigualdade Social, realizada virtualmente nesta terça-feira (12/7). O encontro contou com a presença de entidades de classe e organizações sindicais de todo o Brasil, além da participação da associada Rita Felicetti.

Na oportunidade, Romero citou as iniciativas que vêm sendo promovidas e/ou apoiadas pela Associação e que possuem relação com a conjuntura nacional. Entre elas, foram destacados os projetos ‘Diálogos com os Presidenciáveis 2022’ e ‘Diálogos pelo Brasil: uma conversa pela reconstrução do nosso país’, pensados para debater questões socioeconômicas com os principais candidatos à Presidência da República.

“A ANFIP, juntamente com duas outras entidades da administração tributária, Fenafisco e Sindifisco Nacional, com a curadoria do professor Eduardo Fagnani, está com um conjunto de propostas tributárias que está sendo levado às equipes econômicas dos presidenciáveis de 2022. Já com o Fonacate, estaremos promovendo encontros para levar as demandas envolvendo melhorias na administração pública, liberdade de negociação, cumprimento das convenções da OIT [Organização Internacional do Trabalho] e outros aspectos de interesse da sociedade”, disse o presidente.

Romero também comentou sobre o lançamento do livro Análise da Seguridade Social 2021, realizado nesta terça-feira (12/7) no Senado Federal; e sobre os trabalhos em andamento envolvendo a desoneração da folha de salários. “Na publicação, nós mergulhamos e fazemos a descrição e o acompanhamento do nosso Estado de Bem Estar Social. Além disso, estamos reunindo um elenco de economistas para debater aspectos da desoneração da folha, avaliando toda a série histórica desde 2011, quando começou a ser desonerada. Tudo isso para revelar se impactou na melhoria das condições de emprego ou se foi só mais um instrumento lucrativo das empresas em meio à crise”, esclareceu.

Entre outros assuntos tratados durante a reunião, foram discutidas matérias em tramitação no Congresso Nacional, como os desdobramentos do programa social Auxílio Brasil, e detalhes sobre as campanhas e cartilhas que estão sendo desenvolvidas pelo Fórum em prol da redução da desigualdade no país.

“Acima de tudo, temos que ter propostas concretas sobre como combater problemas como a fome, miséria, pessoas em situação de rua; com propostas práticas envolvendo políticas públicas para mitigar a desigualdade e retomar o Estado Democrático de Direito”, defendeu Romero.