Ministro da Economia responde interpelação extrajudicial da ANFIP

O ministro da Economia, Paulo Guedes, por meio de ofício, respondeu à interpelação extrajudicial feita pela ANFIP após os impropérios proferidos por ele contra os servidores públicos.

No documento, Guedes se justifica dizendo que suas palavras foram distorcidas e tiradas do contexto e que jamais teve a pretensão de ofender os servidores públicos do país, notadamente os Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil.

A ANFIP reitera que a forma consensual será sempre a primeira opção na solução de conflitos, o que coaduna com os ideais consagrados nos seus estatutos e defendidos desde a sua fundação.
 
Leia AQUI a íntegra da resposta do ministro.