ANFIP e Sinprofaz analisam impactos da sonegação fiscal

103

O presidente da ANFIP, Miguel Arcanjo Simas Nôvo, e o vice-presidente Executivo, Gilberto Pereira, receberam nesta terça-feira (2/4), na sede da Associação, a presidente do Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), Iolanda Guindani, juntamente com o advogado Hugo Plutarco e publicitários da instituição para apresentação de metodologia de pesquisa que esclarece a sociedade como a sonegação e a evasão fiscal são extremamente prejudiciais ao Estado brasileiro.

Em trabalho cooperativo, Sinprofaz e ANFIP buscam alinhar estratégias para a defesa dos interesses fiscais do Estado, bem como a promoção da justiça fiscal e social. As entidades entendem que a sonegação, ao acarretar graves perdas aos cofres públicos, impacta diretamente a prestação de serviços essenciais como educação, saúde, segurança. Após as primeiras tratativas conjuntas, novas reuniões técnicas serão realizadas para alinhamento do material de divulgação.