Pacto de Brasília debate sugestões para a Reforma Tributária

412

A ANFIP e as demais entidades que integram o Pacto de Brasília, que defende a autonomia da Administração Tributária, se reuniram nesta quarta-feira (15/9) para analisar as propostas que tratam do assunto e que tramitam no Congresso Nacional. Pela ANFIP, participaram os vice-presidentes José Arinaldo Gonçalves Ferreira (Política de Classe e Política Salarial) e Cesar Roxo Machado (Estudos e Assuntos Tributários), e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero.

No encontro, os integrantes do Pacto analisaram as Propostas de Emenda à Constituição (PEC) 45/19 e PEC 110/19 e debateram alternativas de texto para os artigos 117 e 162-A, aperfeiçoando a redação que será sugerida aos relatores das propostas, em especial no Senado.

O Pacto de Brasília conta ainda com participação de representantes da Associação Nacional dos Auditores-Fiscais de Tributos dos Municípios e Distrito Federal (Anafisco), da Federação Brasileira de Sindicatos das Carreiras da Administração Tributária da União, dos Estados e do Distrito Federal (Febrafisco), da Federação Nacional dos Auditores e Fiscais de Tributos Municipais (Fenafim), do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), do Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), da Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) e da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco Nacional).