Pacto de Brasília define prioridades de atuação para 2022

544

Nesta segunda-feira (10/1), os representantes das entidades signatárias do Pacto de Brasília estiveram reunidos para analisar a conjuntura sociopolítica e definir as prioridades de atuação para o ano que se inicia. Pela ANFIP, participaram o presidente, Vilson Antonio Romero, e o vice-presidente de Assuntos Tributários, Gilberto Pereira.

No encontro, que foi realizado em formato virtual, foram alinhados interesses comuns das categorias do Fisco e discutidos os pontos que devem ser defendidos nas propostas de Reforma Tributária que tramitam no Congresso Nacional. Entre as principais bandeiras do grupo está a autonomia da administração tributária nas três esferas de governo (União, Estados, Distrito Federal e Municípios).

Também foram debatidos outros assuntos, como a necessidade de manter a equipe de consultoria que já prestava serviços ao grupo.

Sobre

O Pacto de Brasília é uma ação conjunta de diversas entidades representativas dos servidores da administração tributária federal, estadual, distrital e municipal, que congrega ANFIP, Unafisco Nacional, Anafisco, Febrafisco, Fenafim, Fenafisco, Sindifisco Nacional e Sindireceita. Idealizado no final de 2019, tem como objetivo organizar e fortalecer as carreiras da administração tributária, sobretudo no âmbito da Reforma Tributária.