ANFIP defende melhores condições de trabalho para Auditores lotados no Ministério da Previdência

588

Em audiência com o ministro da Previdência, Carlos Lupi, na tarde desta quarta-feira (25/1), em conjunto com as confederações que integram o Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST), o presidente Vilson Romero apresentou uma série de demandas dos Auditores Fiscais lotados no Ministério.

O dirigente reivindicou melhor estrutura, mais pessoal e condições de trabalho adequadas para os Auditores que atuam na fiscalização dos Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) e na normatização e orientação ao Regime de Previdência Complementar (RPC), bem como a revogação do Decreto nº 10.620/21, que passa a gestão das aposentadorias das autarquias e fundações para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Romero também apresentou um documento, em conjunto com o FST, onde denuncia a deficiência no atendimento do INSS, em decorrência da excessiva digitalização do órgão, da falta de funcionários e das instalações em condições precárias. O presidente questionou ainda a fila expressiva de benefícios pendentes de liberação, que atinge mais de 2 milhões de processos aguardando análise da autarquia.

Participaram do encontro com o ministro, o secretário executivo do Ministério, Wolney Queiroz, e os dirigentes das 16 confederações que integram o FST, coordenado pelo presidente da Confederação Nacional das Carreiras e Atividades Típicas de Estado (Conacate), Antonio Carlos Fernandes.