26 de janeiro: Dia Internacional das Aduanas

352

No Dia Internacional das Aduanas, a ANFIP saúda as Autoridades Tributárias e Aduaneiras e todos os demais servidores públicos da Receita Federal do Brasil  que atuam na fiscalização e no controle do tráfego de mercadorias nos aeroportos e nas zonas fronteiriças deste imenso país.

Garantir a segurança nacional, combatendo ilícitos, como contrabando e descaminho, tráfico de drogas, pirataria, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e crimes contra os consumidores e o meio ambiente, são apenas alguns dos esforços empreendidos pela fiscalização para impedir que condutas danosas sejam praticadas em território brasileiro. Em 2020, a Receita Federal apreendeu 66 toneladas de entorpecentes, retirando do crime organizado aproximadamente R$ 2,5 bilhões.

Além da proteção, a Aduana também é responsável por gerir as operações de comércio exterior, atuando com transparência nos acordos internacionais firmados. Exemplo disso são os resultados alcançados durante o período de pandemia. Em 2020, as cargas relacionadas ao combate ao coronavírus tiveram tratamento prioritário, mesmo com a adaptação da Aduana em relação ao cenário pandêmico. Como resultado, 93,2% das importações foram desembaraçadas em menos de 24 horas.

A todos os servidores que dedicam seu profissionalismo nas alfândegas deste país, o reconhecimento da ANFIP por contribuírem diretamente para a construção de uma sociedade segura e protegida e por garantirem estabilidade e governança ao Estado brasileiro.

História – O Dia Internacional das Aduanas é celebrado anualmente no dia 26 de janeiro. A data, conforme a Receita Federal, remete à primeira sessão do Conselho de Cooperação Aduaneira, realizada no ano de 1953. O conselho atualmente é representado pela Organização Mundial das Aduanas (OMA), uma organização intergovernamental de âmbito global, cuja missão é aprimorar a efetividade e eficiência das administrações aduaneiras. A entidade reúne atualmente 182 administrações aduaneiras, que representam mais de 90% das aduanas no globo e, em conjunto, aproximadamente 98% do comércio global.

Para este ano, o tema escolhido pela OMA foi “Transformação Digital”, com o objetivo de incentivar as organizações a refletirem sobre como as Aduanas podem alavancar a transformação digital e aproveitar o poder dos dados para inovar em seus processos de fronteira, contribuir para decisões baseadas em evidências e promover uma sociedade de dados aberta.