ANFIP participa de live do Movimento Basta! contra a Reforma Administrativa

257

A ANFIP participou, na quarta-feira (17/3), do 2º ato público nacional do Movimento Basta! O evento reuniu, virtualmente, parlamentares e dezenas de representantes sindicais e associativos para debaterem os próximos passos em busca de soluções contra as PECs 186/19, que foi transformada na Emenda Constitucional 109/21, e 32/20 (Reforma Administrativa), esta última já na lista de prioridades do governo. Pela ANFIP, estiveram presentes o presidente Décio Bruno Lopes e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero.

O deputado federal Israel Batista (PV-DF) informou que a bancada do serviço público está muito atenta no Congresso Nacional e que a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil), da qual o parlamentar é presidente, ocupa cadeiras na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e já dialoga com o deputado Darci de Matos (PSD-SC), relator da PEC 32/20 na Câmara dos Deputados, em busca de tratativas em defesa dos servidores.

Para Israel Batista, o país está vivenciando um atropelamento na tentativa de apressar a tramitação da PEC. “Nós estamos trabalhando para evitar que isso aconteça. Nós precisamos de todo o tempo das comissões para apresentar nossas posições e disputar com esse texto muito ruim que o governo enviou. O ideal seria que a gente zerasse essa discussão e começasse com um novo texto que falasse realmente de uma reforma administrativa para melhorar o serviço público”, pontou.

Entre os participantes da discussão, também deram contribuições acerca do tema, Antônio Augusto Queiroz, analista político e diretor de documentação do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap); Pedro Pontual, presidente da Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental (Anesp); e Rudinei Marques, presidente do Fórum Nacional de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate).

Movimento Basta!

É um movimento criado em 2017 após a constatação de que os parlamentos corriam o risco de perder a pluralidade. A iniciativa incentiva a mobilização serena e articulada da sociedade organizada para a criação de núcleos em todos os estados e regiões, articulando para levar equilíbrio às discussões de interesse da sociedade.

Acompanhe a live completa aqui.