Comissão de Interesse de Classe define novas ações

630

A Comissão de Interesse de Classe da ANFIP realizou nova reunião nesta sexta-feira (18/6) para dar continuidade à formulação de estratégias e ações contra a Reforma Administrativa (PEC 32/20) que impacta negativamente as carreiras do funcionalismo brasileiro, dentre elas os Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil.

Na ocasião, o grupo de trabalho avaliou a necessidade de criar formas de engajamento dos associados nos estados para mobilização nas redes sociais e ajudar a pressionar os parlamentares, principalmente os que integram a Comissão Especial da Reforma Administrativa.

“Estamos na reta final para apresentar alterações na PEC 32/20 e reduzir os prejuízos aos servidores públicos. Temos que mobilizar e envolver nosso público e, a partir dessa unidade, criar uma forte mobilização”, disse o presidente Décio Bruno Lopes.

Dentre as deliberações, a Comissão aprovou a produção de um guia com orientações para o trabalho parlamentar dos conselheiros e associados da ANFIP, visando auxiliar nas mobilizações através das redes, especialmente no Twitter, rede mais amplamente utilizada pelos parlamentares, em que é possível propagar mensagens sobre vários assuntos, especialmente os políticos. Nas atuais mídias digitais é possível ouvir e ser ouvido sob uma nova perspectiva, baseada em métricas, por isso a importância do engajamento de todos para que os assuntos ganhem relevância e destaque.

Participaram da reunião, além do presidente da ANFIP, os vice-presidentes José Arinaldo Gonçalves Ferreira (Política de Classe e Política Salarial), Benedito Cerqueira Seba (Comunicação Social), Crésio Pereira de Freitas (Assuntos da Seguridade Social), Eucélia Maria Agrizzi Mergár (Assuntos Fiscais), José Avelino da Silva Neto (Assuntos Parlamentares) e o assessor de Estudos Socioeconômicos, Vilson Antonio Romero, além da equipe de Comunicação da entidade.