Frente do Serviço Público analisa resultados das eleições legislativas

423

A Frente Parlamentar Mista do Serviço Público realizou mais uma reunião de trabalho nesta segunda-feira (3/10), a fim de avaliar os resultados das eleições, em especial as legislativas, e seu impacto para os servidores. Pela ANFIP, participaram o presidente Vilson Antonio Romero e o vice-presidente de Política de Classe e Política Salarial, José Arinaldo Gonçalves Ferreira, que conduziu o encontro.

O consultor parlamentar da Frente, Vladimir Nepomuceno, destacou que ocorreram poucas alterações na correlação de forças do Congresso Nacional, que segue com perfil conservador. Segundo ele, bancadas que defendem as pautas de interesse do serviço público aumentaram em relação ao processo anterior, com a eleição de mais três deputados e um senador, totalizando cerca de 24% das representações na Câmara dos Deputados e 18,5% no Senado. “Não poderemos dar as cartas, mas conseguiremos ao menos negociar”, disse.

Nepomuceno também informou que constam na pauta do Congresso para os próximos dias a retomada das discussões acerca da PEC 32/20, da Reforma Administrativa, e a votação da MP 1119/22, relativa à migração para a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpresp).

Os dirigentes discutiram ainda a importância da adequação do projeto de Lei Orçamentária Anual de 2023, que atualmente garante poucos recursos às demandas do serviço público e áreas essenciais como saúde e educação. Vilson Romero sugeriu que seja solicitada pela Frente audiência com o relator geral da matéria, senador Marcelo Castro (MDB/PI), para apresentar as reivindicações.