ANFIP e Fórum pela Redução da Desigualdade apresentam propostas ao governo

258

O presidente Vilson Romero, junto a integrantes do Fórum Nacional pela Redução da Desigualdade Social, participou de reunião na quinta-feira (27/7) com o chefe de gabinete da secretaria executiva do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Gustavo Alves de Souza, para apresentar propostas para a redução da desigualdade social no país. A associada Rita Felicetti também esteve presente no encontro.

Na oportunidade, foi entregue ao chefe de gabinete o Manifesto aos Governantes, Parlamentares e Sociedade em Geral, produzido pelo Fórum (confira aqui). Dentre os temas de principal destaque, está a necessidade de mudança do modelo tributário brasileiro, na qual se insere o projeto de Reforma Tributária Solidária, produzido em parceria por ANFIP e Fenafisco.

As propostas do manifesto abordam ainda a preservação e ampliação dos direitos sociais, a valorização do trabalho e da educação, o reforço da função social do Estado e a ampliação da democracia e da participação social.

Vilson Romero, que participou da elaboração do documento, abordou a atuação da ANFIP em busca de um sistema tributário justo e a realização do Fórum Internacional Tributário (FIT) 2023, promovido pela Associação em parceria com outras entidades.  O presidente também entregou cartilhas produzidas pela Fundação ANFIP sobre os direitos do cidadão e se colocou à disposição para colaborar com o órgão.

Gustavo Souza ressaltou a importância do diálogo com as entidades para o sucesso das ações do Ministério e parabenizou o trabalho de resistência dos servidores nos últimos anos contra o desmonte dos serviços públicos. “Para nós é bom conversar. Primeiro fizemos o trabalho de restabelecer as políticas públicas, mas tem uma série de políticas novas que a gente tem que fazer. Temos ideias e a disposição de fazer, mas se não temos diálogo com a sociedade, se a gente não escuta, erramos”, disse.

Também estiveram presentes na reunião a economista da Coordenação de Emprego e Renda do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Flávia Vinhaes Santos; o economista e consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF), Guidborgongne Nunes; e a diretora da Associação Nacional de Política e Administração da Educação (Anpae-DF), Natália Duarte.