Coronavírus: governo previne e orienta servidores públicos

318

Diante do atual cenário de Emergência em Saúde Pública, em decorrência da infecção humana pelo coronavírus (COVID-19), o governo federal está adotando medidas e ações recomendadas pelo Ministério da Saúde. Neste momento, é importante que cada cidadão atue com tranquilidade e responsabilidade de maneira a prevenir e conter o avanço da transmissão do COVID-19. Portanto, é imprescindível que todos os servidores e empregados públicos adotem as ações preventivas diárias:

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabonete.
  • Alternativamente, higienizar as mãos com álcool em gel.
  • Cobrir com lenço de papel o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.
  • Evitar tocar o rosto com as mãos não lavadas.
  • Evitar aglomerações, dando preferência à realização de reuniões virtuais.
  • Manter os ambientes bem ventilados.
  • Não compartilhar objetos pessoais.
  • Buscar o serviço de saúde, quando apresentar sintomas compatíveis com o COVID-19, como febre, tosse e/ou dificuldade para respirar.

Canais de informação

Para mais detalhes sobre as recomendações acima e outras informações relacionadas ao COVID-19, acesse o site do Ministério da Saúde ou baixe o aplicativo Coronavirus – SUS, disponível nos sistemas iOS e Android.

Também com o objetivo de alertar e esclarecer a população sobre as fake news – notícias falsas – que começaram a ser disseminadas sobre o tema, foi disponibilizado um número de WhatsApp para envio de mensagens da população para apuração pelas áreas técnicas do Ministério da Saúde, que respondem oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão pode enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

Há, ainda, uma plataforma atualizada diariamente pelo MS, para acompanhamento da situação do vírus no Brasil e no mundo: Aqui.

Para entender mais sobre as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), a Secretaria de Vigilância em Saúde lançou um boletim epidemiológico com orientações sobre o coronavírus, que explica os critérios clínicos e epidemiológicos para definição de casos suspeitos e traz orientações sobre transmissão, sintomas e tratamento do paciente.

Acesse a última versão do boletim Aqui.