Entidades se articulam para retomar a defesa da autonomia do fisco

451

Os representantes das entidades que formam o Pacto de Brasília, dentre elas a ANFIP, realizaram nesta terça-feira (25/1) a reunião do grupo, constituído com o objetivo de desenvolver ações em defesa da Administração Tributária brasileira. O presidente Vilson Antonio Romero e o vice-presidente de Assuntos Tributários, Gilberto Pereira, estiveram presentes. O encontro ocorreu por videoconferência.

Na pauta analisada, destacam-se o acompanhamento da tramitação da Reforma Tributária no Congresso Nacional e a elaboração de estratégias em prol da aprovação de propostas que promovam justiça fiscal no país e a autonomia da administração tributária.

Apesar de a referida reforma ser prioritária no cenário nacional, há preocupação das entidades sobre os desafios da conjuntura política e econômica atuais, considerando, ainda, que no ano de 2022 ocorrerão as eleições gerais e, com isso, parlamentares e governantes devem  priorizar, talvez, outras agendas direcionadas ao pleito de outubro.

“Precisamos estar atentos a essa agenda no Congresso Nacional, com intensificação dos trabalhos principalmente no primeiro semestre”, ressaltou o presidente Romero.

Sobre
O Pacto de Brasília é um movimento conjunto de diversas entidades representativas dos servidores da Administração Tributária federal, estadual, distrital e municipal, que congrega ANFIP, Unafisco Nacional, Anafisco, Febrafisco, Fenafim, Fenafisco, Sindifisco Nacional e Sindireceita. Idealizado em 2019, tem como objetivo organizar e fortalecer as carreiras da Administração Tributária, sobretudo no âmbito da Reforma Tributária.