Pacto de Brasília define princípios a serem defendidos nos debates da Reforma Tributária 

521

O presidente Vilson Antonio Romero e o vice-presidente de Estudos e Assuntos Tributários, Gilberto Pereira, se reuniram com os demais integrantes do Pacto de Brasília, na sexta-feira (17/3), para dar continuidade aos trabalhos conjuntos envolvendo a Reforma Tributária em tramitação no Congresso Nacional.

Na ocasião, os dirigentes aprovaram os princípios de um sistema tributário em defesa da sociedade em geral e do Estado, levando em consideração a importância da administração tributária, da necessidade de uma distribuição mais justa da carga tributária e do fortalecimento do pacto federativo, dentre outros temas.

O documento será entregue aos membros do Grupo de Trabalho, coordenado pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT/MG), e às autoridades que estão envolvidas no debate, em especial, o secretário extraordinário da Reforma Tributária, economista Bernard Appy.

Além da ANFIP, Fenafisco, Anafisco, Febrafisco, Fenafim, Sindifisco Nacional, Sindireceita e Unafisco Nacional integram o Pacto de Brasília, existente desde 2019 para defender a autonomia das administrações tributárias.