Reforma Tributária Solidária é pauta de reunião com governadora do Rio Grande do Norte

203

A Reforma Tributária Solidária foi pauta de reunião, no último dia 30 de agosto, entre a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e representantes do Fisco.  Pela ANFIP, participaram do encontro o vice-presidente de Estudos e Assuntos Tributários, Cesar Roxo Machado, a vice-presidente de Relações Públicas, Maria Aparecida Fernandes Paes Leme, e o presidente da ANFIP-RN, Jonilson Carvalho de Oliveira. A reunião contou ainda com a presença do professor Eduardo Fagnani e de representantes da Fenafisco (Fisco Estadual e Distrital), entres eles o presidente Charles Alcantara, e do Sindifern (Auditores Fiscais do Rio Grande do Norte).

Na oportunidade, foi debatida a atual conjuntura política em torno da Reforma Tributária, que tem sido pautada pela mera simplificação, e a importância de a reforma ir além desse aspecto. Cesar Roxo reforçou a necessidade de alterar a distribuição da carga tributária total, de reduzir a tributação sobre o consumo e, em contrapartida, aumentar a tributação sobre o patrimônio e a renda, de modo a promover o crescimento econômico e o desenvolvimento do país. O vice-presidente explicou que esses pontos estão incluídos no projeto da Reforma Tributária Solidária, desenvolvido pela ANFIP e a Fenafisco, com coordenação de Fagnani, professor de Economia da Unicamp.

“Ontem como parlamentar e hoje com governadora, a proposta conta com meu apoio. A reforma tributária é um tema estruturante que pode vencer a desigualdade social, que hoje é o maior problema do país, pois conduz a todos os outros”, disse a governadora.

“As propostas que já estão tramitando no Congresso não atacam o problema, cuidam apenas da simplificação dos impostos. O sistema atual é injusto e ineficiente, mas só a simplificação não funciona. A tributação tem que enfrentar a desigualdade e a concentração de renda”, comentou Charles Alcântara, ao lembrar do recente estudo da Fundação Getúlio Vargas que apontou o crescimento de 10% na renda no 1% mais rico e a perda de 17% da renda das camadas mais pobres.

A governadora Fátima Bezerra ainda destacou que a proposta da Fenafico e da ANFIP já está em discussão no Fórum de Governadores do Nordeste e será um dos pontos da pauta do próximo encontro, que será realizado em Natal, entre os dias 15 e 17 de setembro.

Participaram, também, da reunião o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier; o Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes; o vice-governador, Antenor Roberto; o presidente do Sindifern, Roberto Fontes; o vice-presidente, Juarez Moura; e o diretor de Formação Sindical, Fernando Freitas.

Com informações da Ascom Sindifern.