Seminário em Curitiba propõe amplo debate sobre Previdência

265

O Sindifisco Nacional – DS Curitiba promove nesta segunda e terça-feira (8 e 9) o “Seminário Reforma da Previdência e Desconstrução do Sistema de Seguridade Social Brasileira”. O evento conta com a participação de palestrantes que são referência no campo da economia no Brasil. No total, quinze conferencistas comentam e debatem o cenário econômico nacional.

A ANFIP, apoiadora do seminário, está representada pelo presidente Floriano Martins de Sá Neto, que proferiu palestra, e os vice-presidentes Dejanira Freitas Braga (Cultura Profissional e Relações Interassociativas), que integrou a mesa de abertura, e Luiz Cláudio de Araújo Martins (Política de Classe). O evento é realizado no Auditório da FAE Business School, no centro de Curitiba. Os deputados Aliel Machado (PSB/PR) e Rodrigo Coelho (PSB/SC) participam dos debates.

No primeiro dia, logo após a abertura, a reforma da Previdência no atual contexto político e econômico iniciou o ciclo de palestras. Pela tarde, a Reforma Tributária Solidária e o sistema de Seguridade Social pautaram a programação. Fizeram parte da lista de palestrantes o diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), Clemente Ganz Lúcio; o professor da Universidade de Campina (Unicamp), Pedro Rossi; a professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rosa Chieza e outros.

Nesta terça-feira (9/4), com assunto sobre deficit e o modelo de Estado e outros assuntos relacionados, o destaque é para o professor do Instituto de Economia da Unicamp, Eduardo Fagnani. Um dos idealizadores da Reforma Tributária Solidária, Fagnani, ao lado da professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro Denise Gentil e de Dão Pereira Real, do Instituto Justiça Fiscal, debatem e analisam temas que vão desde a Seguridade Social e Estado de Bem-Estar até os impactos da PEC do Teto de Gastos (PEC 241/55).

Além da ANFIP, o seminário conta com a promoção da Federação Nacional dos Auditores Fiscais Estaduais (Fenafisco) e do Instituto Justiça Fiscal.

Com informações da DS Curitiba.