Em alto astral, associados se confraternizam em Barbacena-MG

211

As confraternizações de fim de ano da ANFIP-MG estão a todo vapor. No dia 30 de novembro de 2019 foi a vez dos associados de Barbacena comemorarem. A festa aconteceu no sítio Ipê Amarelo — do Auditor-Fiscal Nivaldo Mendes de Souza — e foi realizada em conjunto com o Sindireceita e o Sindifisco Nacional (DS Juiz de Fora). O evento foi regado a um delicioso churrasco, acompanhado de chopp e muita música boa. Edimar Amaral deu o tom com sua voz, gaita e violão. Com grande presença dos Auditores-Fiscais e seus familiares, a confraternização foi um sucesso.

A presidente do Conselho Executivo, Ana Maria Morais da Silva, e os vice-presidentes Ilva Maria Franca Lauria (Política de Classe e Cultura Profissional) e José Geraldo Heleno (Comunicação e Relações Públicas) representaram a Associação. Durante o evento, houve sorteio de vários brindes. Antes, porém, uma das organizadoras, Ana Cristina Silva Latarola, deu boas vindas aos convidados e anunciou que os conselheiros da ANFIP-MG deixariam sua mensagem.

José Geraldo Heleno falou sobre o sentido das festas de fim de ano, especialmente o Natal, que marcam um fim e um começo. O símbolo disso, segundo ele, seria uma semente. Em seguida, declamou uma trova de sua autoria, cujo título é semente:

“No começo o ser nascente,

No fim, o temido corte,

Fechando o ciclo, a semente,

No encontro de vida e morte.”

Reportagem completa e fotos: aqui