Conheça a história da ANFIP-PA

268

Um grupo liderado pelo subsecretário de Arrecadação e Fiscalização do INPS (Instituto Nacional de Previdência Social), Itamoary de Jesus Barros, concretizou a ideia, em 6 de dezembro de 1974, de fundar a Associação dos Fiscais de Contribuições Previdenciárias do Estado do Pará, por ocasião do IV Encontro dos Fiscais do INPS dos Estados do Pará, Maranhão e Piauí, realizado em Belém.

Em 15 de fevereiro de 1975 foi discutido e aprovado o Estatuto da nova agremiação, elaborado pela diretoria provisória, composta dos Agentes Fiscais Maria dos Anjos Morais de Serra Freire, Wilson Santos Brito e Murillo Elleres Santos.

Aprovado o Estatuto, foi procedida a eleição da 1ª. Diretoria que dirigiria os destinos da AFISEPA, até 30 de junho de 1976, sendo imediatamente empossada.

Os primeiros sócios efetivos da AFISEPA eram formados pelos Fiscais e Inspetores de Previdência do INPS, bem como os do Funrural, os Tesoureiros e Tesoureiros-Auxiliares, sendo facultada a admissão dos Inspetores do Trabalho, além de funcionários do INPS, estes na categoria de sócios beneficiários.

A 1ª diretoria eleita da AFISEPA, para um período de dois anos, foi assim constituída: Presidente – Ennio Magalhães Soares da Câmara; 1° Vice-Presidente – José Geraldo de Lima Araújo; 2° Vice-Presidente – Francisco Canindé Castelo de Souza; 1° secretário – Valeriano de Castro Menezes Carneiro;  2° Secretário – Carlos Jorge de Matos; 1° Tesoureiro –  João Edmundo da Silva Leite;  2° Tesoureiro – Hélio Rocha da Silveira Pinto; Conselho Fiscal – Itamoary de Jesus Barros,  Dionísio Bentes Rodrigues Couto e José Francisco Santana Neto; sócios efetivos:  Estrophe de Campos da Silva, Américo Tavares e Laércio José de Moraes Esteves;  esclarecendo-se que o presidente Ennio Câmara já integrava o Conselho de Representantes da ANFIP desde 1971.

A sucessão de presidentes da AFISEPA foi assim constituída:  1976/1978 – José Geraldo de Lima Araújo; 1978/1980 – Itamoary de Jesus Barros; 1980/1982 – Ênnio Câmara; 1982/1984 – João Edmundo da Silva Leite, reeleito para o período 1984/1986; 1986/1987 – Hélio Rocha da Silveira Pinto, que renunciou, tendo assumido o vice-presidente José Geraldo, até 1988; 1988/1990 – Ênnio Câmara, 1990/1992 – Maria do Livramento da Silva Lobato – 1992/1994 – Delza Gurjão da Costa; 1994/1996 – Ênnio Magalhães Soares da Câmara; 1996/1998 – Maria Oneyde Santos;  1998/2000 – Ênnio Câmara; 2000 a 2002 – Ângela Giugni da Silva Holanda Castro; –  2002 a 2004 – Albenize Gatto Cerqueira; 2004 a 2006 – Avelina Marinho de Oliveira ;  2006 a 2008 – Ênnio Câmara; 2008 a 2010   – Maria Oneyde Santos; 2010 a 2012 – Avelina Marinho de Oliveira; 2012 a 2014 – Ênnio Câmara; 2014 a 2016 Albenize Gatto Cerqueira; 2016 a 2018 e 2018 a 2020  Maria Oneyde  Santos.

A Associação iniciou suas atividades sem possuir qualquer bem. Sem sede própria, funcionou à mercê da tolerância e da boa vontade dos administradores do INPS local e, por isso mesmo, foi deslocada inúmeras vezes. Somente na gestão de José Geraldo (1976/1978) foi adquirido um terreno, em Benfica (interior do Estado). Na gestão de João Edmundo (1982/1984) esse terreno foi vendido e adquirido outro na Estrada do Caixaparah, onde, mediante a colaboração dos associados, foi construída a sede campestre. Embora modesta, atendia satisfatoriamente os associados e familiares, até ser vendida em 1998.

É importante destacar o grande empenho e ajuda vindos da ANFIP, que permitiu a aquisição, a instalação e a inauguração da sede própria da AFISEPA, ocorrida, com muita alegria, no dia 19 de abril de 1996, na gestão do colega Ennio Câmara, que ocupava a presidência pela 4ª vez. Os compromissos foram quitados religiosamente e hoje está condignamente instalada, com todo material de expediente informatizado e dispondo de indispensável conforto. A partir de novembro de 1997 foi criado o “Informativo AFISEPA”, que já circula em seu número 123, bimensalmente, com notícias da classe.

Durante estes 45 anos de atividades, muitos fatos aconteceram: de  natureza  tecnológica, de natureza política e, consequentemente, administrativa e social. Associados estiveram presentes em diversos Conselhos da ANFIP, como  Ênnio Magalhães Soares da Câmara, que ocupou mandatos no Conselho Fiscal (CF) e Fundação ANFIP;  Itamoary de Jesus Barros, no Conselho Executivo (CE); Maria  Oneyde Santos, no CF e CE; Marluce do Socorro da Silva Soares no CE e Fundação ANFIP;  Albenize Gatto Cerqueira  no CF, na Fundação ANFIP e hoje no CE.

Algum tempo depois foi criado o logotipo da então AFISEPA com a seguinte representação simbólica: os  4(quatro) pontos cardeais (N–S– L–O), em todas as direções, significando que a Associação estaria  presente em todo o Estado onde houvesse associado; ao centro a sigla AFISEPA; as cores vermelha e azul, representando a bandeira do Estado.

De acordo com a Ata da Assembleia Geral Ordinária, realizada em 30/04/2018, que deliberou a Reforma Estatutária, resultante da proposta apresentada pela Comissão “ANFIP do Futuro”, o nome da Entidade AFISEPA foi substituída por ANFIP-PA, a fim de fortalecer as ações da ANFIP em todo território nacional.

É esta a “história” da ANFIP-PA, que teve início com abnegados colegas, alguns que infelizmente não fazem mais parte do nosso mundo e outros que levam a   Associação com carinho, desvelo e responsabilidade, para satisfação do Associado, seu bem maior.