ANFIP destaca a importância da eleição para o Poder Legislativo

232

Em mais uma edição do programa ANFIP Conectada, nesta quinta-feira (8/9), o presidente da ANFIP, Vilson Antonio Romero recebeu o jornalista, consultor parlamentar e cientista político, Antônio Augusto Queiroz para analisar e ressaltar a importância da participação política e avaliar os cenários decorrentes, em especial, das eleições legislativas de outubro próximo.

Antônio Queiroz, no encontro transmitido pela TV ANFIP, canal da entidade no YouTube, destacou que a eleição para o Poder Legislativo não tem a mesma divulgação nos meios de comunicação e muito menor engajamento dos eleitorado, na comparação com o que ocorre na campanha para os cargos majoritários de governador e presidente da República.

O analista falou da importância que os parlamentos cada vez mais assumem na votação de matérias que afetam a vida da sociedade. Citou como exemplos a aprovação das reformas trabalhista e previdenciária, da emenda do teto de gastos e do auxílio emergencial na pandemia.

Em relação às representações no Congresso, lembrou que a maior delas é a empresarial, reunindo industriais, comerciantes e agropecuaristas que dominam quase metade das cadeiras parlamentares. Queiroz informou ainda que há possibilidade de crescimento da bancada feminina e redução da bancada sindical. Mas os servidores públicos e o grande eleitorado vinculado aos aposentados do INSS seguem sem uma representação expressiva tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado Federal.

O também consultor legislativo apontou os parâmetros que os eleitores devem avaliar na escolha dos candidatos, como a verificação das trajetórias pessoal, profissional e política, seu partido e como a sigla encaminhou o posicionamento da bancada em matérias de interesse da sociedade. Acerca dos candidatos à reeleição, o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) disponibiliza a plataforma quemfoiquem.org.br que informa como os parlamentares atuaram no Congresso Nacional.

Ao finalizar o evento, Vilson Romero reforçou a importância do voto consciente. “O título de eleitor que nos permitirá mudar o Brasil elegendo o presidente da República, 27 governadores, 27 senadores, 513 deputados federais, 1.035 deputados estaduais e 24 deputados distritais. Votemos conscientes e convictos”.