ANFIP atua pela liberação de precatórios da GDAT para gaúchos

383

A vice-presidente de Assuntos Jurídicos, Beatriz Fernandes Branco e o advogado do Setor Jurídico, Rodrigo Cartafina, se reuniram na quinta-feira (16/5) com a diretora da Central de Cumprimentos de Julgados (CCJ), da Justiça Federal, e com o juiz Márcio de França Moreira, para pleitear o imediato desbloqueio dos precatórios da ação judicial da Gratificação de Desempenho de Atividade Tributária (GDAT) para os associados que residem no Rio Grande do Sul. O estado vem passando por uma situação emergencial causada pelas fortes tempestades e alagamentos na região.

O magistrado considerou o pedido muito oportuno e informou que dará prioridade aos exequentes gaúchos que estão vivos. Os herdeiros deverão entrar em contato com o Jurídico, por meio do e-mail juridico@anfip.org.br, encaminhando documentos que comprovem que suas residências foram tomadas pelo alagamento, como fotos, laudos oficiais e escrituras.

Com relação aos demais exequentes, o magistrado informou que irá dar a devida celeridade, principalmente àqueles que já deveriam ter sido desbloqueados pelo cronograma divulgado previamente.